terça-feira, 22 de março de 2011

Rodagem de 12 km - Domingão!

Olá galera!

Hoje trago um breve relato sobre meu treino de 12 km deste último domingo (20/03).

Saí de casa por volta das 17:45 com o objetivo de correr 15 km, que seria da minha casa até a Lagoa do Taquaral, incluindo uma volta completa no parque. Alonguei-me, aqueci, preparei minha playlist no celular e parti, com uma garrafinha d’água na mão, uma toalhinha na cintura e um carbo em gel (GU) no bolso.
Eu já conhecia muito bem o percurso, pois já havia feito um treino assim, então me programei para correr 10 km direto até a Lagoa, chegando lá eu caminharia 400 metros para tomar o gel, me hidratar com o que sobrou da água que levei e depois correria mais 5 km.

Esse planejamento acabou não dando tão certo, pois combinei com a Alana de me buscar na Lagoa quando terminasse o treino, como me atrasei um pouco pra sair de casa ela acabou chegando mais cedo na Lagoa (quando estava no 9º km) e então ela me ligou pra avisar. Pensando no friozinho que tava e no perigo de ficar parada na rua me esperando, resolvi encurtar o treino e terminar com 12 km (pra não a deixar esperando muito). Curti muito este treino, me senti muito bem ao longo do percurso e mantive a cadência esperada. Olha:



 
Notas do treino:

1 - Pela primeira vez na minha carreira de corredor desconhecido vivenciei um episódio no melhor estilo “Elis” (do blog Diário de Uma Corredora). Isso mesmo! Estava eu quase chegando à Avenida Norte Sul (perto do 5º Km) quando escutei um grito de uma menininha no portão da sua casa assim: “Mãe! O Tobias escapou!” Logo imaginei que isso não era uma coisa boa, pois a menina parecia mesmo preocupada... Olhei pra trás e vi o cachorro correndo atrás de mim como se eu fosse, sei lá... Um carteiro. Na hora fiquei tenso, tentei me lembrar das valiosas dicas que a Elis sempre escreve sobre os “ataques dos cachorros”, cheguei a pensar por um momento em jogar meu carbo em gel para o cachorro, já que não tinha biscoitos para cães (tão valiosos para quem corre nas ruas – dica da Elis) rssss, mas é claro que não iria adiantar. Então depois de um sprint de uns 20 metros resolvi abrir minha garrafinha de água e espantar o danado, finalmente estava livre do Tobias. Ufa!!

2 - Outra coisa, que me deixou muito intrigado! Não sei se isso acontece só comigo, mas quando saio pra correr com uma garrafinha de água na mão, logo depois dos primeiros quilômetros o “chacoalhar” da água dentro da garrafinha me proporciona uma vontade extrema de ir ao banheiro (nº 01 galera, que fique bem claro) KKKKKKK.
Será que eu não sou normal? Será que é só comigo que isso acontece? Fica a pergunta!

Bom esse foi meu treininho de domingo, agora que venha a Corrida do Oba dia 27, vão mais 8 km pra conta.

Abraço e bons treinos.

Rodrigo

2 comentários:

  1. Grande Rodrigo! Parabéns pelo treino. Eu até ia correr essa prova de domingo aí, mas depois de você falar do Tobias, acabei desistindo, hehehe... Vou ficar por aqui mesmo, pelo menos os cachorros daqui já me conhecem!

    Coloquei um link para o seu blog na minha página de favoritos e uma chamada no quadro "novidades" da página principal.

    Abraço!

    Fábio

    ResponderExcluir
  2. Oi Rodrigo,

    Tá correndo um monte hein?! Parabéns pelo treino.

    Quanto a garrafinha eu não sinto vontade de ir ao banheiro, mas te garanto que aquele barulho do chacoalhar me irrita um monte...rs.

    Bjos,
    Dani
    correndoemagrecendo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Muito obrigado por comentar no meu blog!

Volte sempre!